Arquivo da tag: Build

BVT – Saiba como é o teste de BVT e entenda a sua importância.

O teste de BVT (Build Validation Test) sempre é realizado quando existe uma atualização no código do sistema e será introduzido no ambiente atual.
Esta atualização pode ter sido feita pelo motivo da chegada de uma nova funcionalidade para testes ou até correção de defeitos, para que assim a equipe de teste possa realizar os retestes dos defeitos em abertos.

O intuito do teste de BVT é testar toda a funcionalidade do sistema e podemos definir o escopo de acordo com a necessidade, tempo disponível, etc pois em sistemas de grande porte esta validação poderá durar um dia inteiro ou até mais. Geralmente as verificações são feitas com a maioria dos cenários positivos, com uma atenção maior nas funcionalidades que geram mais impacto, onde houveram a atualização do código e correção do defeito.

Para a execução destes testes geralmente não utilizamos nenhuma ferramenta e não há necessidade de coletar as evidências para tudo o que for validado, mas sim quando um defeito for encontrado.
Para o auxílio do testes, pode ser utilizado uma lista com todas as funcionalidades contendo os itens mais importantes.
Quando um defeito é encontrado é muito importante verificar a criticidade e qual o impacto que ele irá gerar, seja tanto na funcionalidade quanto para a execução dos testes que estão por vir após a BVT.
Quando são encontrados vários defeitos de grande impacto, a melhor decisão é não autorizar o deploy e continuar com o ambiente atual sem a atualização deste novo código.

Com assim, não autorizar nova build?

Isso mesmo, imagine uma situação em que a equipe de testes possui uma grande quantidade de Casos de Testes ainda para executar e a build que está validando possui um defeito que impacta diretamente com os testes e caso a equipe autorize a atualização do ambiente irá impactar e atrasar a execução dos Casos de Testes pendentes.

Mesmo que a equipe fique sem o novo código que liberariam alguns defeitos, ela pode continuar com os testes ainda pendente. Nesta situação será mais vantagem continuar como está do que liberar uns defeitos para reteste.
Porém esta regra vale para o outro lado. Muitas vezes é interessante liberar uma build mesmo que possua um ou mais defeitos encontrados na validação, para isso deve-se avaliar a criticidade dos mesmos e se a build irá liberar mais Casos de Testes do que impactar.

Até agora estamos falando quando encontramos um defeito ou não, agora imagine que a build possui um defeito grave e infelizmente ele não foi descoberto? Isso pode acontecer e com certeza o dano será maior! Então nem preciso falar o quão importante este teste é e que ele deve ser verificado com muita atenção pela equipe de testes.

Por fim, terminada a validação devemos analisar e decidir o que deverá ser feito. Caso a build seja aprovada, basta aguardar o deploy e mão na massa ; )

Abraços!

Vini Sabadoti

Anúncios